Unidade Campinas: (19) 2515-3600 | Unidade Vinhedo: (19) 3876-1494 | Unidade Sorocaba: (15) 3357-6329

A alopecia psicogênica é um distúrbio comportamental que se manifesta através do arrancamento ou lambedura dos pelos, provocada por toalete (grooming) excessiva ou inadequada. Cuidados excessivos de toalete fora de contexto pode ser um comportamento obsessivo-compulsivo deflagrado por ansiedade e estresse por fatores ambientais, como por exemplo: mudança de ambiente, doença, cirurgia, mudança de rotina, mudança no convívio com outros animais e pessoas.

Como a maioria dos gatos passa grande parte do dia fazendo toalete, o proprietário pode não perceber que as falhas de pelos são auto induzidas, além disso muitos gatos também podem esconder-se para realizar o toalete excessivo ou o arrancamento dos peles. Gatos de raça pura, com comportamentos nervosos, sensíveis, ciumentos são possivelmente predispostos, mas pode ocorrer em qualquer raça, inclusive em gatos sem raça definida.

A falha de pelo ocorre quando o gato faz a toalete com agressividade suficiente para remover os pelos, mas não vigorosa suficiente para machucar a pele, que em geral se encontra íntegra, sem sinais de inflamação. A falha de pelo pode ser localizada, regional, multifocal ou generalizada e podem ocorrer em qualquer parte do corpo que o gato consiga lamber, sendo mais frequentemente observada na face interna das pernas anteriores e posteriores, região inguinal, perineal e abdômen ventral. A falha de pelos pode ter uma apresentação simétrica e bilateral. Os proprietários podem notar presença de pelos nas fezes e também pelos vomitados com frequência.

Não confunda…

A dermatite psicogênica deve ser diferencia de doenças que causam coceira e que também podem ser auto induzidas, como: dermatite alérgica à picada de pulgas, alergia alimentar, atopia, ácaros (escabiose, queiletielose, linxacariose, demodicidose, otocariose), ectoparasitas (pulgas, piolhos) e dermatofitose.

Diagnóstico e tratamento

O diagnóstico da alopecia psicogênica é estabelecido mediante a exclusão das doenças descritas acima que podem resultar em falhas de pelo e coceira, e no histórico de um evento estressante.

O tratamento para dermatite psicogênica é realizado por meio de drogas que visam modificar o comportamento e, principalmente, por meio da identificação e eliminação dos fatores externos estressantes que possam ter desencadeado o quadro para assim interromper o comportamento obsessivo-compulsivo/ansiedade que desencadeou o quadro de alopecia auto induzida.

Em alguns animais, o tratamento pode ser interrompido após 3 a 6 meses o início do tratamento sem recidivas do quadro. Em outros animais, porém, o tratamento precisa sem mantido por tempo indeterminado.

 

 

Se você e seu veterinário suspeitarem que esse possa ser o caso do seu gato, lembrem-se que vocês podem contar com os profissionais da VESP para o diagnóstico, tratamento e acompanhamento da alopecia psicogênica e demais doenças dermatológicas.

 

Agende uma consulta Encaminhe um paciente
Profa. Mestre Camila Domingues de Oliveira:Médica Veterinária formada pela Universidade Federal de Minas Gerais em 2004. Mestre em Clínica Médica com ênfase em Dermatologia pela FMVZ/USP em 2010. Pós graduada em Curso de Especialização de Dermatologia Veterinária pela FMVZ/USP e homologado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia Veterinária em 2007. Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia Veterinária desde 2006. Palestras e aulas proferidas em congressos, cursos de graduação e especialização em clínica médica e em dermatologia veterinária. Artigos científicos publicados em congressos e em revistas científicas.

 

 

Outros artigos sobre Dermatologia Veterinária:

Testes Alérgicos em animais com Dermatite Atópica: quando realizar

Antes de mais nada é preciso esclarecer que os testes alérgicos, ao contrário do que muitos acreditam não são indicados para estabelecer o diagnóstico de dermatite atópica. Isso porque, os testes alérgicos são baseados na detecção de anticorpos da classe IgE, que...

Sarna Demodécica

A sarna demodécica, também conhecida como demodicidose ou sarna negra, é uma doença parasitária causada pela proliferação excessiva de ácaros do gênero Demodex sp na pele. Este ácaro é considerado como parte da microbiota cutânea, ou seja, todos os cães os possuem em...

Combatendo a Inimiga Pulga

O que são as pulgas? As pulgas são pequenos insetos que parasitam cães, gatos, além de outros animais. Existem várias espécies de pulgas, mas Ctenocephalides felis felis, Ctenocophalides canis e Pulex spp são as espécies de maior importância em cães e gatos,...

Dermatofitose em Cães e Gatos

Dermatofitoses são micoses superficiais que acometem os animais domésticos como cães, gatos, coelhos, equinos, ruminantes e mais uma variedade de animais. São causadas por fungos chamados dermatófitos, que são fungos queratinofílicos, que...

Piodermite em cães

Piodermite, também chamada foliculite bacteriana, é uma dermatite causada por bactérias do gênero Staphylococcus, sendo que dentre este grupo, a bactéria mais frequentemente associada aos quadros de piodermite é a Staphylococcus...

Alergia em cães: o meu cão é alérgico a que?

A dermatite atópica ou alergia a inalantes ambientais é uma doença de ordem genética, que provoca inflamação na pele e coceira constante, de variados graus de intensidade, que não só prejudica a qualidade de vida dos animais como incomoda...

Alergias: Quando o cão não para de se coçar…

Uma das principais causas de coceira nos cães e nos gatos são os processos alérgicos, que são responsáveis por mais de 70% do atendimento dermatológico. Além dos processos alérgicos, outras doenças de pele podem desencadear coceira, como...

Cuidando da Pele do seu Animal

Banhos e Demais Cuidados para manter a saúde da pele Neste post vamos dar algumas dicas para ajudar a manter a pele do seu animal sempre saudável: 1. Controlando pulgas e carrapatos: Pulgas e carrapatos além de serem transmissores de...